Carrie, A Estranha é uma das obras icônicas do terror. O livro, lançado em 5 de abril de 1974, já foi traduzido para diversos idiomas e ganhou várias edições. A obra também foi adaptada para o cinema com muito sucesso.

Sendo um verdadeiro clássico, o livro de Stephen King sempre desperta interesse e por isso reunimos 10 curiosidades que vão fazer você amar ainda mais a Carrie. Acompanhe!

1.  Foi o primeiro livro de Stephen King

Stephen King é considerado o mestre do terror, mas você sabia que Carrie, a Estranha foi seu primeiro livro publicado? A partir daí ele decidiu investir de vez na carreira de escritor e foi aos poucos se transformando no fenômeno que conhecemos hoje.

2.  O autor tinha muitas dúvidas se deveria continuar

Na época em que escreveu o livro, King costumava produzir contos para revistas e ganhava alguns dólares para complementar sua renda. Mas, na hora de tentar escrever um romance, o autor ponderou bastante se deveria continuar.

O primeiro motivo é que ele não tinha muito tempo e nem dinheiro, por isso não sabia se valeria a pena investir energia em uma história longa que podia não trazer nenhum retorno.

O segundo motivo é que o autor não sabia exatamente como retratar uma adolescente no papel principal do livro e teve medo de não conseguir ser convincente.

3.  As primeiras páginas da história foram resgatadas do lixo por Tabitha King

Diante de tantas dúvidas, Stephen King escreveu algumas páginas de Carrie, A Estranha e as jogou no lixo, pois decidiu desistir do projeto.

Entretanto, sua esposa Tabitha King encontrou o material, leu, gostou e incentivou o marido a continuar. Era tudo o que King precisava para terminar a obra.

tabitha-king-e-stephen-king

Tabitha King e Stephen King – Reprodução

4.  Stephen King era professor de inglês na época da publicação

Estamos acostumados a conhecer Stephen King como um grande escritor. Mas, no início de sua carreira, ele trabalhava como professor. Segundo ele conta em seu livro “Sobre a Escrita”, a mãe sempre o incentivou neste aspecto, pois achava importante que ele tivesse um plano B caso a carreira de escritor não desse certo.

5.  King passava por problemas financeiros severos

Mesmo dando aulas e vendendo alguns contos, a situação financeira de Stephen King não era nada boa. Na época, sua filha Naomi King estava doente e eram necessários muitos recursos para o tratamento, o que fazia o mestre do terror ficar sempre no aperto.

Então, quando Carrie, A Estranha foi aceita para publicação e King recebeu um cheque pelos direitos autorais, isso representou uma grande mudança em sua vida financeira.

6.  Carrie foi inspirada em 2 garotas reais

Stephen King conta que para criar a icônica Carrie, ele se inspirou em 2 meninas reais que conheceu na adolescência. Uma delas chamava-se Tina e sofria bullying constante por ser muito pobre e usar sempre as mesmas roupas.

A segunda garota tinha uma mãe que era fanática religiosa. Infelizmente, as duas meninas faleceram em circunstâncias tristes.

Até mesmo a mãe de Carrie teve inspiração em uma pessoa real. King a criou a partir de sua vizinha, que certa vez pediu ajuda para movimentar alguns móveis. O autor ficou muito impactado por uma imagem de Cristo crucificado que viu na casa da mulher.

7.  A recepção do público foi mista

Se hoje o livro é considerado um grande clássico, na época do lançamento as críticas foram mistas e a obra fez um sucesso relativo. Mas, foi o suficiente para que King acreditasse de vez na carreira de escritor.

Além disso, a obra iria aumentar de popularidade com o passar do tempo até se tornar um dos livros mais importantes do gênero.

8.  King tem algumas ressalvas sobre Carrie, A Estranha

Assim como a crítica, King olha com ressalvas para sua obra inicial. Ele enxerga muitas qualidades nela, mas também vê problemas. Isso é algo normal, já que se tratava de um autor ainda em formação.

Se King escrevesse a obra hoje em dia, provavelmente faria diversas modificações.

9.  Carrie, A Estranha teve várias adaptações para o cinema

Ao longo das décadas, Carrie ganhou 4 adaptações para o cinema, sendo que a primeira ocorreu em 1976, apenas 2 anos após o lançamento do livro. Muitos fãs consideram que esta é até hoje a melhor adaptação da obra.

No elenco havia nomes como John Travolta, Amy Irving, Sissy Spacek e Piper Laurie. As outras versões foram lançadas em 1999, 2002 e 2013.

carrie-a-estranha-2002

Carrie, A Estranha -2002 – Reprodução

10.  Stephen King recebeu apenas $ 2.500 dólares pela primeira adaptação cinematográfica de Carrie, A Estranha

É inegável que o filme de 1976 foi uma das melhores adaptações de Carrie. Mas, Stephen King ainda estava em início de carreira e havia muitos receios sobre o potencial de sucesso do filme, por isso o autor recebeu apenas $ 2.500 pelos direitos autorais.

Carrie, A Estranha: resumo

Na obra, acompanhamos Carrie, uma jovem tímida e triste que é vítima de bullying constante na escola devido à sua maneira de se vestir e agir.

Mas logo percebemos que um dos grandes problemas da garota é a sua própria mãe, uma fanática religiosa que criou a filha presa a conceitos extremistas, que impedem que Carrie seja uma adolescente comum e tenha uma vida normal na escola.

Com a ideia de que praticamente tudo é pecado, a menina se priva de muitas situações absolutamente normais na vida de uma jovem. Mas, cansada de viver sob essa constante opressão, Carrie começa a fazer pequenas mudanças e a desafiar a mãe.

Em seus momentos de fúria percebemos que a garota consegue mover objetos com a mente.

Tudo parece que vai mudar quando Carrie é convidada por um garoto para o baile da escola. Mas, embora ela fique muito animada, o convite não passa de um plano maligno para humilhá-la ainda mais.

Entretanto, a menina carrega dentro de si muita raiva por tudo o que já passou na vida e quando ela liberar este ódio, ninguém vai querer estar por perto.

Carrie, A Estranha é um livro curto, de fácil leitura. Para incrementar a experiência, King usa no meio da narração alguns recortes representando notícias de jornais da época.

Gostou deste texto? Continue se divertindo com o Terror em Pauta e leia nosso artigo sobre o filme de terror mais assustador de todos os tempos.

Categories:

2 Responses

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *