Todos nós conhecemos o passado trágico da cidade de Salém, localizada em Massachusetts, EUA. Pois, a cidade massacrou jovens mulheres sob a alegação de serem bruxas, entre os anos de 1693 e 1694, período conhecido como caça às bruxas. 

Até os dias atuais, muitas pessoas se perguntam se esse ato foi uma grande injustiça ou uma punição pelo mal causado pelas bruxas de Salém. Sendo assim, criamos este texto que esclarece alguns pontos da história. Confira!   

Qual é a história das bruxas de Salém?

Sob a influência da igreja, entre fevereiro de 1693 e maio de 1694, o Condado de Essex da Massachusetts colonial, conhecido como Salém, passou por um período de histeria coletiva, que condenou por bruxaria cerca de 200 pessoas.

Os julgamentos das bruxas de Salém foram audiências que não davam a chance de defesa para os julgados. Sendo que na maioria das vezes, os próprios testes para descobrir se uma mulher era bruxa ou não as condenavam à morte.

Por exemplo, amarrar pedras aos pés de uma suspeita de bruxaria e lançá-la ao rio, se ela sobrevivesse era considerada uma bruxa, se ela morresse era liberada da acusação de bruxaria.

Durante esse período sombrio na história de Salém, 30 pessoas foram consideradas culpadas e 20 delas executadas. Entre as execuções, 14 foram por enforcamento, uma mulher idosa foi esmagada com pedras e um homem conhecido como Giles Corey foi aprisionado até a sua morte por inanição.

Visto que pelo menos 5 pessoas foram mortas na prisão, sem ter ao menos comparecido a um julgamento.

O que as bruxas de Salém fizeram?

Bruxas de Salém

Bruxas de Salém – Reprodução

Durante a época do julgamento das bruxas, qualquer indivíduo, principalmente as mulheres, que fossem acusadas por terceiros de bruxaria, eram presas para averiguação.

Geralmente, essas mulheres eram pessoas ligadas à cura, como curandeiras, mulheres que faziam remédios usando ervas e plantas, parteiras, entre outras. Até mesmo o fato de ser considerada muito bonita naquela época, era motivo para suspeitar de bruxaria.

Ou seja, as vítimas não fizeram nada para receber o tratamento que receberam. O julgamento das bruxas de Salém foi uma espécie de histeria coletiva, incentivado por movimentos fanáticos religiosos.

Qual foi a bruxa mais poderosa de Salém?

Alguns nomes como o de Sarah Good, Elizabeth Howe, Susannah Martin, Sarah Wildes e Rebecca Nurse ficaram conhecidos na história de Salém. Elas foram condenadas e enforcadas por bruxaria no dia 19 de julho de 1692.

Nenhuma prova oficial e embasada foram oferecidas para justificar suas execuções. Apenas as palavras de pessoas que alegavam terem visto elas na floresta, praticando bruxaria, foram aceitas.

De onde surgiu a ideia de enforcar as bruxas?

Devido a produções de Hollywood, em que as bruxas são queimadas na fogueira, muitas pessoas acreditam que esse tenha sido o cruel destino das bruxas de Salém. Contudo, as mulheres condenadas na época da caça às bruxas eram enforcadas.

Esse método de execução não fazia parte de nenhum ritual para libertar o mal, ou algo do tipo. Acontece que naquela época, o enforcamento era o método mais eficaz e fácil de tirar a vida de uma pessoa.

Por esse motivo, muitas mulheres foram enforcadas durante a caça às bruxas, ao invés de serem queimadas na fogueira. Decisão que envolvia puramente a praticidade do ato.

Onde as bruxas de Salém foram enterradas?

Após a cidade de Salém recobrar a sua consciência e reconhecer que a caça às bruxas foram massacres cruéis sem nenhum embasamento lógico, foi criado o memorial Salem Witch Trials.

Ele é um memorial que se encontra localizado ao lado do cemitério mais antigo da cidade, o Old Burying Point Cemetery, para homenagear as pessoas que foram executadas durante a caça às bruxas na cidade.

Tags:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *